Quanto vale um serviço de revisão?

Sobre o autor

Luiz Fernando Casanova Doin

é fundador e sócio-diretor da BTS – Business Translation Services, empresa de tradução sediada em São Paulo com mais de 15 anos de existência e mais de 5.000 clientes atendidos. Formado em Administração de Empresas pela Universidade de São Paulo (USP) e em Comunicação Social com ênfase em Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), é um apaixonado pela área de tradução e um estudioso do setor que procura aliar seus conhecimentos acadêmicos e experiência à prática tradutória.

O cliente liga (ou envia um e-mail) perguntando quanto cobramos para realizar um serviço de revisão. Resposta: só fornecemos o preço mediante a análise do documento a ser “revisado”.

Na nossa empresa, já vi de tudo: desde clientes espertinhos que passaram o texto a ser traduzido no Google Tradutor até aqueles que enviam traduções decentes que exigem poucas modificações, principalmente para aprimorar o estilo. No primeiro caso, informamos que vamos refazer o serviço e, portanto, cobraremos o preço de uma tradução normal. Mas e no segundo? Nesse caso, o preço da revisão tem que ser inversamente proporcional à qualidade da tradução apresentada (eu diria algo em torno de 30% do valor de uma tradução).

Em outras palavras: não temos um preço definido para serviços de revisão. Tudo vai depender do trabalho envolvido nessa revisão. Via de regra, quando recebemos solicitações de serviços de revisão, a tradução não está boa. É difícil o cliente enviar uma tradução bem feita para ser revisada. O pior cenário costuma prevalecer. Por isso, se o cliente insistir em ter uma ideia do valor da revisão, costumamos dizer para ele considerar 50% do valor da tradução. Pode ser mais, pode ser menos, mas isso já lhe dá uma grandeza de valor.

Compartilhe esse Post:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
Share on whatsapp