Polícia teme falhas na tradução do inquérito do caso Madeleine

Sobre o autor

Luiz Fernando Casanova Doin

é fundador e sócio-diretor da BTS – Business Translation Services, empresa de tradução sediada em São Paulo com mais de 15 anos de existência e mais de 5.000 clientes atendidos. Formado em Administração de Empresas pela Universidade de São Paulo (USP) e em Comunicação Social com ênfase em Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), é um apaixonado pela área de tradução e um estudioso do setor que procura aliar seus conhecimentos acadêmicos e experiência à prática tradutória.

Jornal inglês afirma que erros podem ter levado os detetives a suspeitar de inconsistências nos depoimentos

A polícia Judiciária portuguesa teme que tenham sido cometidas sérias falhas na tradução de depoimentos durante a investigação pelo desaparecimento da garota Madeleine McCann, o que levou os detetives a suspeitar de inconsistências nas declarações de vários envolvidos no caso, entre eles os pais da menor.

Segundo publicou o tablóide inglês Daily Mirror, os agentes policiais analisam supostos erros na tradução dos depoimentos dados por alguns dos amigos dos McCann que jantaram com os pais de Maddie na noite do desaparecimento, no último dia 3 de maio.

“Na primeira parte da investigação foram tomadas dezenas de depoimentos. Foi um período de muita confusão”, declarou uma fonte da investigação ao Daily Mirror.

Por sua vez, o porta-voz oficial dos McCann, Clarence Mitchell, afirmou que os pais de Madeleine estão contentes que a polícia revise possíveis falhas. “Kate e Gerry disseram sempre que havia explicações inocentes para as supostas inconsistências em seus depoimentos”, destacou o porta-voz.

A polícia portuguesa foi acusada anteriormente por não haver mantido isolado o local onde a garota desapareceu – o quarto de hotel do complexo turístico de Ocean Club, em Praia da Luz, sul de Portugal -, por haver contaminado evidências forenses e por não ter controlado as fronteira portuguesas com maior velocidade e eficácia.

http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,policia-teme-falhas-na-traducao-do-inquerito-do-caso-madeleine,79957,0.htm

Compartilhe esse Post:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
Share on whatsapp