Mercado para tradutor e intérprete está aquecido

RIO – O mercado de tradução será diretamente beneficiado com a realização de novos negócios na área de transporte, energia, petróleo e gás (pré-sal), além da organização da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016. E, diante disso, o profissional do segmento está mais valorizado. De acordo com Fernando Miranda, diretor da Keenmind Language Solutions, empresa especializada em tradução e interpretação sediada no Rio de Janeiro, há uma demanda crescente por profissionais para a tradução de websites e de contratos e documentos de diferentes áreas de conhecimento.

Outro termômetro do aquecimento do setor, segundo Miranda, está na posição do Brasil no ranking da Associação Internacional de Congressos e Convenções (AICC). Ocupando o sétimo lugar da lista da AICC, o país vem sediando um número cada vez maior de congressos e de seminários internacionais, ampliando o leque de oportunidades.

– Os ventos estão bastante favoráveis ao mercado da tradução. E os dois eventos esportivos que serão realizados no Brasil vão aquecê-lo ainda mais – acredita o empresário.

Ele lembra que a expectativa é de investimentos grandiosos em infraestrutura nas cidades que sediarão os jogos – inclusive para adaptar os estádios brasileiros às recomendações técnicas da Fifa. Assim, há inúmeras empresas estrangeiras de olho nestas oportunidades.

– Creio que organização da Copa e dos Jogos Olímpicos coloca definitivamente o Brasil na rota dos negócios internacionais. A estimativa da vinda de um grande número de turistas ao Brasil por conta dos dois eventos também é promissora para este mercado. O fato é que haverá grande demanda de tradução nos próximos anos.

Para Márcia Cardoso, da rede de idiomas CNA, o mercado de tradução sempre foi bem amplo e, mesmo para quem não trabalha na área, a aproximação de eventos internacionais do porte da Copa e das Olimpíadas certamente trará grandes oportunidades.

– Todo evento envolvendo países de outras línguas abre um nicho muito bom para nós, tradutores. Acredito que agora não vá ser diferente.

Na opinião de Ana Cristina Noira, intérprete comercial e tradutora da agência de intercâmbios World Study, as expectativas são excelentes.

– Não existe ainda um número específico sobre a demanda, mas ela será grande para a tradução de notícias, propaganda, entre outras funções. Haverá grande demanda por intérpretes também – diz Ana Cristina.

Outro segmento que deverá sofrer um forte aquecimento é o de tradução simultânea, principalmente devido ao crescimento da importância do Brasil no panorama mundial. E, neste caso, enfatiza Miranda, o profissional que domina mais de um idioma estará em vantagem no mercado.

Novos idiomas estão despontando

A procura maior ainda é a tradução para os idiomas inglês e espanhol que, juntos, representam cerca de 60% da demanda. Em seguida, vêm o alemão e o francês. No entanto, o japonês, o mandarim (China) e o árabe são idiomas que estão despontando no mercado de tradução.

– Na verdade, há demanda de tradução para os idiomas de todos os países com os quais o Brasil mantém relações comerciais – diz Miranda.

Fonte: http://oglobo.globo.com/economia/boachance/mat/2010/09/06/mercado-para-tradutor-interprete-esta-aquecido-917563681.asp



Luiz Fernando Casanova Doin
Autor: Luiz Fernando Casanova Doin
é fundador e sócio-diretor da BTS – Business Translation Services, empresa de tradução sediada em São Paulo com mais de 15 anos de existência e mais de 5.000 clientes atendidos. Formado em Administração de Empresas pela Universidade de São Paulo (USP) e em Comunicação Social com ênfase em Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), é um apaixonado pela área de tradução e um estudioso do setor que procura aliar seus conhecimentos acadêmicos e experiência à prática tradutória.

Deixe uma resposta