Advogados cometem gafes com tradução de textos jurídicos em inglês

Em capa dura, chegou às livrarias o “Dicionário Jurídico Bilíngue – Português-Inglês / Inglês-Português”, indicado a driblar ciladas em versões de contratos ou outros documentos jurídicos do inglês para o português, ou vice-versa.

“Profissionais do direito e da tradução no Brasil sabem da imensa dificuldades que é expressar em inglês, com clareza e precisão técnica, termos ou locuções próprios do direito brasileiro, e vice-versa”, escreve a autora Marina Bevilacqua de La Touloubre.

O livro é dividido em duas partes, identificadas por cores no alto das páginas: em azul, verbetes em português, em ordem alfabética, com equivalentes em inglês e comentários da autora sobre os sentidos específicos dos termos; em vermelho, do inglês para o português.

Conheça nossa estante de dicionários e enciclopédias

Veja o que o dicionário diz sobre o termo “depoimento”.

Testimony * (Proc); V. Deposition

Não devemos dizer deposition para o nosso depoimento porque deposition, no direito norte-americano, é declaração colhida para fins probatórios fora do juízo, em local diverso da sala de audiências, e posteriormente reduzida a termo e juntada aos autos para servir como meio de prova. No Brasil, o depoimento é colhido em juízo, perante o juíz da causa.
“Testimony. Always in court, during the court hearing evidente given by a competent witness under oath or afirmation; as distinguished from evidente derived from writing -depositions- and other sources.” (Black’s)

Assim, vemos que testimony é o termo equivalente a depoimento, por ser meio de prova que se produz por meio da presença de testemunha, que presta seu depoimento oralmente e em juízo.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/livrariadafolha/711987-advogados-cometem-gafes-com-traducao-de-textos-juridicos-em-ingles.shtml



Luiz Fernando Casanova Doin
Autor: Luiz Fernando Casanova Doin
é fundador e sócio-diretor da BTS – Business Translation Services, empresa de tradução sediada em São Paulo com mais de 15 anos de existência e mais de 5.000 clientes atendidos. Formado em Administração de Empresas pela Universidade de São Paulo (USP) e em Comunicação Social com ênfase em Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), é um apaixonado pela área de tradução e um estudioso do setor que procura aliar seus conhecimentos acadêmicos e experiência à prática tradutória.

Deixe uma resposta