Site em português Site em inglês
BTS - Business Translation Services 11 3289.2289
info@btsglobal.com.br
Google Plus Linkedin Twitter Facebook
Empresa de Tradução com mais de 15 anos e 5.000 clientes atendidos.

Idiomas oferecidos

Tradução para português Tradução para inglês Tradução para espanhol Tradução para italiano Tradução para alemão Tradução para francês
Publicado por Luiz Fernando Casanova Doin, em 08/11/2012, na(s) categoria(s): Notícias.

Conheça o perfil do tradutor de língua de sinais

Profissional efetua comunicação por meio da Libras. Atividade já é regulamentada.

Impulsionada pela lei de acessibilidade da pessoa com deficiência e mais recentemente pela regulamentação da profissão, surge a necessidade da profissionalização de tradutores e intérpretes da Libras – a Língua Brasileira de Sinais.

Os interessados em trabalhar como tradutor devem estudar ao menos dois anos e ter contato com surdos, os nativos da língua, para adquirir fluência na Libras. É necessário ter ensino médio completo e frequentar cursos de educação profissional reconhecidos pelo sistema que os credenciou, extensão universitária e formação continuada promovidos por instituições de ensino superior ou credenciadas por secretarias de educação.

A formação de tradutor e intérprete de língua de sinais pode ainda ser realizada por organizações da sociedade civil representativas da comunidade surda, desde que o certificado seja reconhecido por uma instituição de ensino superior e instituições credenciadas por secretarias de educação.

Segundo o professor e tradutor Ricieri Palha, 23 anos, o salário mensal do profissional da área varia de R$ 1,1 mil a R$ 1,6 mil por quatro horas trabalhadas ao dia. Para quem atua como prestador de serviço, fora do regime CLT, o rendimento é de R$50 a hora.

Palha afirma que o tradutor da Libras precisa ter o domínio da estrutura gramatical da língua e conhecer a cultura do surdo, bem como as leis que regem a pessoa surda. “A Libras não é apenas uma linguagem. É uma língua. E como toda língua tem suas riquezas e estrutura próprias”, explica o tradutor.

Além disso, deve ter boa expressão corporal, já que utiliza apenas o corpo para se comunicar, e ser fiel nas traduções e interpretações. Formação em artes cênicas é considerada diferencial ao tradutor e intérprete de língua de sinais. Nos casos em que traduz mensagens escritas, deve adaptar a Língua Portuguesa ao modo de dizer dos surdos ou vice-versa. “O tradutor da Libras passa por diversas situações de imprevisto. Costuma pagar alguns ‘micos’ e precisa interpretar com fidelidade opiniões alheias, mesmo que discorde delas”, conta Palha.

É abrangente o campo de atuação do tradutor. O profissional pode trabalhar em escolas e universidades, congressos, TVs, restaurantes e hotéis, etc. Empresas que contratam pessoas surdas precisam do tradutor de língua para ajudar no treinamento e integração destes funcionários à equipe.

Fonte: http://carreiras.empregos.com.br

 

http://www.vidamaislivre.com.br/noticias/noticia.php?id=2132&/conheca_o_perfil_do_tradutor_de_lingua_de_sinais

No Comments »

No comments yet.

Leave a comment