Site em português Site em inglês
BTS - Business Translation Services 11 3289.2289
info@btsglobal.com.br
Google Plus Linkedin Twitter Facebook
Empresa de Tradução com mais de 15 anos e 5.000 clientes atendidos.

Idiomas oferecidos

Tradução para português Tradução para inglês Tradução para espanhol Tradução para italiano Tradução para alemão Tradução para francês
Publicado por Luiz Fernando Casanova Doin, em 08/11/2012, na(s) categoria(s): Notícias.

Brasil aumenta apoios à tradução e atribuiu 160 milhões de euros

O Ministério da Cultura do Brasil vai disponibilizar 160 milhões de euros para a tradução de obras literárias brasileiras, anunciou o cônsul-geral Cézar Amaral na Feira do Livro de Frankfurt.

O programa de Subsídio de Tradução Literária destina-se a editoras brasileiras e estrangeiras e foi lançado pela Fundação Biblioteca Nacional brasileira e pela Directoria de Livro, Leitura e Literatura, em cooperação com a Coordenadoria Geral de Pesquisa e Editoraçao. As candidaturas ao subsídio estão abertas até 23 de Outubro.

“Além de clássicos como Jorge Amado e do excepcional caso de Paulo Coelho, os autores brasileiros praticamente não têm sido traduzidos na Alemanha nos últimos anos. Por isso, é claro que há muito trabalho a fazer nessa matéria”, disse Jürgen Boos. Autores contemporâneos como Bernardo Carvalho, Milton Hatoum, Patrícia Melo e Paulo Lins estão disponíveis em tradução alemã, ao passo que outros, como João Paulo Cuenca, Adriana Lisboa, Ronaldo Correia de Brito, Marta Medeiros e Santiago Nazarian continuam por descobrir.

No Brasil, são anualmente publicados cerca de 45 mil novos títulos por cerca de 3000 editoras. Os direitos para edição no Brasil são predominantemente cedidos pelo mundo anglo-saxónico e, para a Alemanha, o Brasil é o maior comprador de direitos no continente americano, com 134 títulos – até à frente dos Estados Unidos, com apenas 113.

Fonte: http://www.publico.pt/Cultura/brasil-aumenta-apoios-a-traducao-e-atribuiu-160-milhoes-de-euros_1460134

No Comments »

No comments yet.

Leave a comment